RIO – O juiz Peterson Barroso Simão, da 3ª Vara Criminal de Niterói, autorizou a quebra do sigilo telefônico de seis linhas de celular de Verônica Verone de Paiva, acusada de matar o namorado num motel de Niterói. De acordo com a decisão, que também prorrogou a prisão temporária da jovem por mais 25 dias, as operadores devem informar, em 72 horas, o nome e CPF de cada pessoa que se falou ou recebeu chamadas de Verônica entre setembro de 2010 e 18 de maio de 2011. A decisão atendeu a requerimento feito pela polícia.
Verônica Verone, de 18 anos, é acusada de matar Fábio Gabriel Rodrigues Barbosa em um motel, no dia 14 de maio, na Região Oceânica de Niterói. Ela está sendo indiciada pela prática dos delitos de homicídio consumado e tentativa de ocultação de cadáver. O inquérito está na 77ª DP. Para o juiz, a medida vai complementar os trabalhos de investigação.
“Esta medida também visa a trazer outros elementos esclarecedores ao fato e sanar algumas contradições na confrontação dos depoimentos até agora colhidos que geraram distorções”, afirma em nota.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/mat/2011/05/23/justica-autoriza-quebra-do-sigilo-telefonico-de-jovem-acusada-de-matar-empresario-em-motel-de-niteroi-924514417.asp#ixzz1NDsnwDHM
© 1996 – 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

Anúncios

Sobre César.

Liberdade é o direito de fazer tudo o que a lei permite. Montesquieu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s